Caso Backer: polícia encontra provas que mostram que a cervejaria sabia de vazamento

Representantes do Ministério Público de Minas Gerais e da Polícia Civil cumpriram, um mandado de busca e apreensão na sede da Cervejaria Backer, no bairro Olhos D’água, na região oeste de Belo Horizonte. Mais de mil fichas de produção de cerveja foram apreendidas. Em algumas foram encontradas anotações que apontam vazamento de glicol. Confira na reportagem de Aline Scarponi. Esta reportagem foi produzida pela Rede Minas, a produção fez contato com a Cervejaria Backer ao longo de todo o dia e não obteve nenhum posicionamento da empresa.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *