|

Procissão do Senhor Morto, Fiéis lembram o Calvário de Jesus Cristo

Centenas de fiéis lembraram, ontem, em Guaxupé, o calvário de Jesus Cristo. Durante a procissão do Senhor Morto, os católicos vivenciaram com forte emoção o sofrimento de Maria, mãe de Jesus.

Aproximadamente cinco mil fiéis participaram do cortejo pelas ruas do centro de Guaxupé

A procissão do senhor morto encerra da sexta-feira da paixão. Na catedral, fieis de todos os cantos se reuniram para relembrar o sofrimento de Jesus. Como seu Narciso. O mecânico é da cidade de Vinhedo, no interior do Estado de São Paulo, e pela primeira vez participa da procissão em Guaxupé.

Na Igreja nenhuma imagem ou flores adornando o altar. Somente a cruz, com a imagem do Cristo Crucificado.

A discrição também está presente nas roupas. Como em um velório homens vestidos de preto carregam o esquife de Cristo. A batina sem adornos foram as vestiram o padre e do Bispo da Diocese de Guaxupé. Na sexta-feira da paixão não há missa. Antes da procissão a atriz que representa Nossa Senhora das Dores recebe a imagem de Jesus. Momento de emoção e reflexão

Em frente à catedral, a Verônica faz o primeiro lamento, mostrando o tecido com o rosto de Jesus. Na bíblia, a mulher limpou o rosto de Jesus durante o calvário. O pano usando ficou com a marca da face do cristo.

A catedral Nossa Senhora das Dores tem capacidade para 1500 pessoas, o que não foi suficiente. Quase cinco mil fiéis acompanharam o cortejo fúnebre pelas ruas da cidade.

A matraca abriu caminho para procissão. Durante todo o trajeto muita oração.

O pároco da catedral explica que depois do enterro é hora de esperar pela ressurreição de Jesus, que acontece no domingo de páscoa.

Hoje a Vigília Pascal começa às 9 da noite. E neste Domingo de Páscoa, amanhã, tem missa na Catedral de Nossa Senhora das Dores, às 6 da tarde e às 7 e meia da noite.

Tags: , ,

Deixe uma resposta