14 casos de dengue foram confirmados esse ano em Guaxupé

Ontem na parte da tarde foi realizado na Vigilancia Sanitária, uma coletiva de imprensa para divulgar os resultados dos exames feitos com as pessoas suspeitas de dengue. Nos dois Liraas realizados na cidade, foram notificados 58 casos da doença, o que colocou Guaxupé entre as cidades considerados de alto risco e risco médio.

Vigilancia Sanitária divulga resultados dos exames realizados nas pessoas com a suspeita da dengue
Nos meses de janeiro e março, foram realizados em Guaxupé o Liraa, Levantamento de Indice Rápido de Infestação por Aedes Aegypti. Nos três primeiros meses do ano, foram notificados 58 casos da doença. O exame de sorologia foi realizado nas pessoas com as suspeitas, e 29 deles ainda não ficaram prontos.

Os casos confirmados da doença, estão por toda a cidade. Pode-se considerar como um sinal de alerta, tanto para a população como para a vigilância sanitária.

A maior dificuldade da vigilância em combater a dengue, é a população. Muitos agentes são impedidos de entrar nas casas e realizar seus trabalhos, e outros não são nem atendidos. E são nessas casas, que pode estar o foco do mosquito. De acordo com a diretora da vigilância em saúde, se cada um fizesse sua parte, e tirasse alguns minutos do dia para olhar seu quintal, o município não estaria correndo o risco de acontecer uma possível epidemia.

O calor e a chuva é o ambiente propício para a proliferação do mosquito da dengue. Mesmo que o verão tenha acabado, não significa que a dengue também tenha ido embora. O importante é ficar de olho no quintal, não deixar latinhas, pneus e vasilhames virados para cima, colocar areia em vasos de flores. Caso sinta alguns sintomas da dengue, o recomendação é para procurar imediatamente um médico e avisa a Vigilância Sanitária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *